Agulha & Seringa

Um sorriso pode mudar uma pessoa em vários aspectos. Uma pessoa pode mudar a forma de vida de si mesma. Uma criança e um sorriso são dois complementos que se podem transformar num só: a Paz. Se um sorriso tem a capacidade de mudar totalmente uma pessoa e uma criança pode transformar a sua vida, porque é que não deixamos todas as crianças sorrir para termos um mundo melhor?

quinta-feira, junho 09, 2005

Um pouco mais a sério...

Foi-me proposto fazer um trabalho de investigação, no âmbito da pediatria, que eu terminei ontem. Tratar um tema que mexe com os nossos sentimentos, pelas mais diversas razões (familiares ou profissionais), torna-se por vezes uma experiência conturbada mas ao mesmo tempo muito enriquecedora.
O tema do trabalho foi: “O Enfermeiro Perante a Criança de Idade Escolar em Fase Terminal”.
Este tema foi escolhido por considerar ser um tema que ainda constitui um tabu para muitos profissionais de enfermagem. O principal objectivo do trabalho seria perceber as atitudes, intervenções e sentimentos demonstrados e prestados pelo enfermeiro à família e criança com morte esperada. As conclusões que retirei do trabalho foram as esperadas, mas ao mesmo tempo fizeram-me pensar e reflectir:
O enfermeiro não se encontra preparado para trabalhar com doentes terminais (especialmente quando estes são crianças), uma vez que a sua actuação requer uma filosofia de cuidar para a qual, no meu entender, não foram preparados nem treinados. O distanciamento que estes profissionais estabelecem, quer consciente ou inconscientemente, com estas situações que mexem com o nosso ser foi evidente em quase todas as entrevistas efectuadas. Mesmo nas próprias equipas, trata-se este assunto como se fosse interdito, acabando por não existir diálogo e troca de experiências/sentimentos entre enfermeiros.
No meu entender, estes profissionais que lidam directamente com a morte, e mais especificamente com a morte da criança, deveriam criar grupos de inter ajuda que facilitassem a comunicação entre si e os ajudassem a lidar com situações das quais eles acabam por se tentar afastar física e emocionalmente.
E vocês, como lidam com esta situação?

35 Comments:

  • At 3:33 da manhã, Blogger magnolia said…

    Ainda hoje li um post em http://internblues.blogspot.com/ que aborda este assunto. Entendo que é um a situação difícil de enfrentar e que faz parte das dificuldades com que um profissional de saúde se confronta regularmente. A ti deixo-te um mesmo desejo: apesar de tudo que o teu coração nunca se endureça!
    Beijo grande.

     
  • At 11:47 da manhã, Blogger MrX said…

    Eu, simplesmente não lido, porque não tive ainda grande oportunidade de contactar com doentes, muito menos com crianças. Penso que deveria investir-se mais em formação para os profissionais de saúde que trabalham com crianças.

     
  • At 7:30 da manhã, Blogger Ana said…

    Olá Kikas...

    Eu estou do lado de lá..no lado das famílias....e como com o meu filho já passamos por periodos muitos dificeis...a fase terminal na infância para nós não é novidade.

    É sem dúvida muito complicado gerir tanto sentimento...

    Nã sei em que hospital trabalha mas posso garantir lhe que admiro muito a coragem de trabalhar com crianças.

    As enfermeiras da pediatria do IPO são fantásticas..nem imagino a dor que sentem.....

    Bem haja!

    Um beijinho nosso e obg pela visita ao nosso blog!

     
  • At 11:16 da manhã, Anonymous LfI said…

    Realmente é um assunto que "toca no coração"! Embora toda uma formação dos profissionais de saúde a este nível iremos encontrar sempre os que terão uma actuação mais «com o coração» e os, que terão uma actuação inversa! Não repudio qualquer uma das duas, até porque uma poderá ser uma forma de auto-refugio e a outra talvez seja fruto de uma enorme interacção e dedicação!
    Parabéns...

     
  • At 11:41 da manhã, Blogger Gasel said…

    Ifi: não pode ser só uma questão de jeito individual, de maior ou menor entrega. Tem q existri formação em cuidados palitaivos para um profissional lidar com estes casos de forma correcta. E em portugal essa formação é próxima do 0 (zero)

     
  • At 10:52 da manhã, Blogger Sandra said…

    Deve ser das piores situações ver uma criança com toda a vida pela frente na fase terminal de doença. É ver ficar para trás 1001 sonhos de pais que tudo fariam para que o seu filho não partisse deste mundo.

     
  • At 3:23 da tarde, Anonymous lfi said…

    Então Kikas?
    Continuas com um enorme dedicação ao «cuidar»! Mas gostava de ter notícias!Novidades aqui no blog!!É muito trabalho, eu sei...
    Estás sempre a trabalhar perto, no «coração»!!

     
  • At 7:32 da tarde, Blogger Estudante Medicina Naturopática said…

    Olá! Parabéns pelo blog! A questão que deixa no ar é muito complexa...eu pessoalmente já trabalhei com esse tipo de situações e não é nada mas mesmo nada fácil. Falta muita formação a esse nível...Concordo com o que já disseram, ou se opta por a entrega de coração ou então o contrário...

     
  • At 7:33 da tarde, Blogger mandyhunor11205874 said…

    i thought your blog was cool and i think you may like this cool Website. now just Click Here

     
  • At 5:10 da manhã, Blogger badger said…

    Olá Kikas...
    parabéns pelo blog... sabia k não ias enganar o meu «coração»!
    Ah... no dia 25 é o dia do coração, né?
    Espero k continues uma boa profissional...

     
  • At 12:34 da manhã, Blogger howardharolds47564951 said…

    I read over your blog, and i found it inquisitive, you may find My Blog interesting. So please Click Here To Read My Blog

    http://pennystockinvestment.blogspot.com

     
  • At 2:00 da tarde, Anonymous kabum said…

    Eu felizmente não lido com isso :/

     
  • At 6:26 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    olá sou uma aluna de enfermagem e estou a tentar realizar um trabalho sobre "sentimento dos enfermeiros face a morte na pediatria", será que exite alguma bibliografia que me poderia recomendar?
    bigada, beiju

     
  • At 11:31 da manhã, Anonymous Daniela Mann said…

    Cara Kikas,
    Gostaria de ter o seu link, mas no meu blog são as visitas que se linkam! Por isso e se for da sua vontade, vá até lá e clique no logotipo do "Páginas Amar-ela", o dos morangos, para fazer o registo e adicionar o seu blog!
    Um abraço amigo,
    Daniela

     
  • At 10:47 da manhã, Blogger kevinmorgan2652184594 said…

    Get any Desired College Degree, In less then 2 weeks.

    Call this number now 24 hours a day 7 days a week (413) 208-3069

    Get these Degrees NOW!!!

    "BA", "BSc", "MA", "MSc", "MBA", "PHD",

    Get everything within 2 weeks.
    100% verifiable, this is a real deal

    Act now you owe it to your future.

    (413) 208-3069 call now 24 hours a day, 7 days a week.

     
  • At 2:39 da tarde, Blogger * Ju * said…

    vim cá por acaso, e resolvi comentar...
    sou estudante de enfermagem, do primeiro ano, por isso pouco sei... apenas sei que a pediatria me apaixona, e que um dos locais onde tenho curiosidade em trabalhar é em oncologia pediátrica... e talvez daí vir comentar este post. contudo, não posso responder à pergunta, pois não conheço praticamente nada deste mundo... mas concordo com o que aqui foi escrito: que o enfermeiro não se encontra preparado para lidar com doentes terminais, pois aprende a prestar cuidados às pessoas, os quais espera serem úteis para a sua recuperação. e é um pouco dificil lidar com situações em que a vida irá ter termos, mais cedo ou mais tarde, e nada se pode fazer... sei que vou tentar proporcionar a melhor qualidade de vida possível a esses doentes, mas vai ser muito complicado lidar com este sentimento de impotência...

    gostei deste cantinho*
    irei voltar ;)

    beiju**

     
  • At 6:55 da manhã, Blogger Isabel Freire said…

    Kikas,

    Isto é mesmo um convite. Se quiser dar uma vista de olhos em "sexualidade feminina", agradeço.
    Um abraço
    IF

     
  • At 3:41 da tarde, Blogger LN said…

    Falando sobre elas, partilhando, dando e recebendo suporte na equipa... e recusando, sim, a esquiva e o distanciamento. E esperando que quem trabalha os temas, partilhe com os colegas e aja de modo diferente :)

     
  • At 3:37 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    sou enfermeira na pediatria à 12 anos e já lidei com a morte. Não é fácil gerir todo aquele torbilhão de emoções porém o tempo ajuda a lidar com as situações . Procura trabalhos realizados em escolas de enfermagem. boa sorte e um bom trabalho

     
  • At 10:30 da manhã, Anonymous Anónimo said…

  • At 4:33 da tarde, Anonymous Anónimo said…

  • At 5:16 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    relax and enjoy
    Tramadol
    Viagra
    phentermine
    cialis

     
  • At 12:42 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    Search engines try it

    Casino
    viagra
    tramadol
    cialis

     
  • At 12:55 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    Latest news. Viagra, cialis

    viagra
    cialis
    tramadol

     
  • At 3:08 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Very nice site! »

     
  • At 12:27 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Olá!

    Seria possivel arranjar-me o seu contacto? Ou alguém aqui me sabe dizer qual o contacto da "Kikas"?
    Agradecia imenso!
    Cumprimentos

     
  • At 3:15 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Colegas, venho pedir um momento de reflexão e se possível um momento de união. Como já deve ser do vosso conhecimento a reunião de 2ª Feira (24 de Março) entre a OE e o Ministro Mariano Gago não correu NADA BEM, pelo contrário (1º Ciclo).
    Penso ser um momento de bater o pé, falarmos todos a mesma linguagem, ou seja, 2º CICLO JÁ. Se as educadoras de infância entre outros têm o 2º ciclo, porque devemos ficar satisfeitos com muito menos. Mais, será que a enfermagem em Portugal não está no patamar de 2º Ciclo. É fulcral, agora e não depois, conversarmos e debatermos o futuro da enfermagem. Era bom o tema e ordem do dia ser processo de Bolonha 2º Ciclo para os enfermeiros.
    Falemos do assunto nas escolas, nos sindicatos, na ordem, nos hospitais, nos centros de saúde, lares, clínicas, ou seja, no café, na cama, em todo o lado. Informem, procurem informar, procurem informação, não podemos parar de falar nisto até conseguirmos.
    OS ENFERMEIROS UNIDOS JAMAIS SERÃO VENCIDOS
    É altura de todos, Directores, Supervisores, Chefes, Enfermeiros Especialistas e Enfermeiros de todas as áreas unirem esforços. Temos de fazer pressão. Não vamos, nem podemos esperar por alguém e/ou por entidades, cada um tem de falar e mostrar a sua indignação, frustração e revolta. CHEGOU O MOMENTO ou é agora, ou nunca mais será. Vamos falar e obrigar a falar.

     
  • At 2:05 da tarde, Blogger adam brown said…

    Hello I just entered before I have to leave to the airport, it's been very nice to meet you, if you want here is the site I told you about where I type some stuff and make good money (I work from home): here it is

     
  • At 4:37 da tarde, Anonymous Anónimo said…

  • At 4:57 da tarde, Anonymous Anónimo said…

  • At 4:15 da manhã, Blogger Saude24 said…

    Livro “Saude 24 horas” – guia de saúde para todos com soluções e dicas para mais de 100 problemas de saúde, Gripe, constipações, febre, tosse, garganta inflamada, colesterol, tiróide, diarreia, obstipação, queimaduras, bebés, grávidas, contracepção, menstruação, disfunção, entre outros. Plataforma de apoio www.saude24horas.net. Deplanobooks editora.

    www.saude24.net agora em livro, livro Saude 24 horas, de Carlos Edgar

     
  • At 6:20 da manhã, Anonymous Anónimo said…

  • At 6:18 da manhã, Anonymous Anónimo said…

  • At 4:35 da tarde, Anonymous Anónimo said…

  • At 4:14 da tarde, Anonymous Anónimo said…

Enviar um comentário

<< Home

 
eXTReMe Tracker